Páginas

13 de out de 2010

Blogagem Coletiva: Quem é o Rei da sua Casa?



Rei de Espadas?
Então que não tem rei nenhum reinando na minha casa. A não ser que eu conte o Frajola, meu gato. Nesse castelo só reinam rainhas. 
É claro que todo mundo quer um rei de Copas, super romântico. Mas que eu sinto atração pelo senhor de Espadas, eu sinto. Eu acho que eu gosto de sofrer.
Eu sei que eu não ia ter pique para um rei de paus. Muita coisa ao mesmo tempo, muita agitação... Eu também acho que o rei de Ouros não ia conseguir conviver comigo, nem eu com ele. O que acontece é que eu sempre considerei inteligência um afrodisíaco. O que mais me impressiona, confesso, não é ganhar buquês de flores e cartinhas melosas de amor...
Na verdade, o que eu aprecio mesmo é uma conversa inteligente. Até me arrepia. Principalmente quando a pessoa não concorda comigo e sabe argumentar.
O rei de Espadas passa essa imagem para mim. Usuário do bom sarcasmo, honesto, inteligente. Nem me importo com aparente aspereza. Não me machuco com a honestidade jogada na minha cara. Eu não preciso ouvir "eu te amo", se a pessoa me mostra isso com gestos. Eu não quero um cavaleiro no cavalo branco. Eu quero um amigo, acima de tudo. 
Apesar da atração pelo rei de Espadas, duvido que ele tenha paciência comigo e meu jeito complicado de ser. Acho que as minhas flutuações de humor acabariam fazendo ele me mandar para o inferno.
Só mesmo um rei de Copas, todo compreensivo, todo sensível para entender um pouco do que se passa na minha cabeça. Ao mesmo tempo, como Rainha de Espadas, será que eu ia ter paciência com esse ser bonzinho? Acho que eu poderia muito facilmente magoá-lo.
Peguei um trauma dessa coisa de boazinha, e não consegui achar um meio termo entre ser gentil e grossa. Daí virei esse caos. Ainda bem que existem florais, vamos combinar. Mas sei lá. O estereótipo que eu tinha criado do rei de Copas na minha mente parece ser bom demais para ser verdade.

Não sei. Eu sou uma eterna vítima de amores impossíveis e platônicos. De novo me sinto como Atalante, só aceitando se casar com aquele que for melhor que ela. Tenho que confessar que está ficando cansativo reinar sozinha.

Recomendo esse texto do Leonardo Chioda.

3 comentários:

  1. Rei de Copas bonzinho? hahahahahah Acho que só se não for de escorpião hahah
    Adorei o texto e super recomendo os textos do Leo =)
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. ok, "aparentemente" bonzinho então. rs

    ResponderExcluir
  3. Fantástica postagem. Me reconheci em cada linha.
    Só que não acho que os Reis da Espada façam sofrer não...
    Reveria meus conceitos sobre os Senhores da Taça! Risos
    Grande abraço!

    ResponderExcluir